O branding e a importância de (re)posicionar-se.

7/24/2019

Para se posicionar, é essencial, antes de mais nada, se conhecer. Dominar o assunto. Caso contrário, o que é dito pode não ter embasamento e corre o risco de ser esquecido ou simplesmente ignorado. Isso funciona para as pessoas, claro. Mas neste caso, vamos falar de marcas.

Todos os dias, somos impactados por uma quantidade cada vez maior de informações. Muitas delas nem nos interessam, e as que nos dizem respeito muitas vezes acabam nem chegando até nós. E aí é que o branding entra em cena.

O branding planeja, olhando para dentro da marca que está sendo criada ou reposicionada, e absorve tudo o que é relevante. A partir disso, é possível criar estratégias efetivas para entender os públicos, o mercado, os objetivos de futuro, etc.


Com essas informações bem definidas, temos a essência que vai ditar os rumos para construir uma marca valiosa e relevante de fato, engajando e falando da forma mais eficiente não só com os clientes, mas com todos os públicos impactados: colaboradores, consumidores, lideranças etc.

Branding é a gestão inteligente que dá voz e identidade a uma marca, fazendo com que ela seja sólida e tenha alcance para estar, mais do que na cabeça, no coração e na mente das pessoas.

Posicione-se. Lapide-se!